Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish
Com faturamento de R$ 525 milhões em 2018, a empresa de logística Multilog anunciou que vai investir R$ 60 milhões este ano, para sustentar a previsão de crescimento de 20%, em 2019. Os recursos serão aplicados em estrutura física, tecnologia e capacitação de pessoas. Armazéns Com presença no Sul e no Sudeste, parte do investimento da Multilog será destinado à construção de um novo armazém em Santa Catarina e à ampliação dos armazéns de Curitiba e São Paulo. No ano passado, as autoridades aprovaram a compra da Elog Sudeste, pela qual a Multilog havia pago R$ 90 milhões. Fonte: Estadão
Reconhecimento reforça que atividade no terminal de cargas do Aeroporto Internacional Tom Jobim proporciona maior previsibilidade no fluxo do mercado internacional e aprimora processos da cadeia logística brasileira O RIOgaleão Cargo acaba de se tornar um Operador Econômico Autorizado (OEA) na modalidade segurança, certificação concedida pela Receita Federal do Brasil (RFB). Com essa conquista, o terminal de cargas do Aeroporto Internacional Tom Jobim passa a ser o único entre aeroportos brasileiros a contar com o reconhecimento e reforça sua importância como elo da cadeia logística, legitimando o baixo grau de risco em suas operações de comércio exterior, em termos de segurança. Além disso, o RIOgaleão Cargo passa a ser um parceiro estratégico da Receita Federal do Brasil, proporcionando maior previsibilidade no fluxo do mercado internacional e consequente impulsão em investimentos na economia brasileira. Para se tornar um Operador Econômico Autorizado, o RIOgaleão começou a trabalhar nos requisitos e diretrizes da…
No dia 1º de janeiro de 2019, o Porto Itapoá (SC) colocou em funcionamento a plataforma tecnológica SAP S/4HANA, da SPRO IT Solutions, com o objetivo de proporcionar mais agilidade e segurança, além da realização de análises preditivas para as operações do terminal de contêineres catarinense. A plataforma atende as áreas de Operações, Manutenção, Suprimentos, Financeira, Contábil, Fiscal, Planejamento e Recursos Humanos do porto, e a empresa de tecnologia realizou a implantação e também a integração com o principal sistema especialista de Itapoá, utilizado para o controle de movimentações de carga e descarga. A adoção do SAP S/4HANA pelo Porto Itapoá é pioneira em portos brasileiros e faz parte dos investimentos do terminal marítimo em inovação, alicerçando seus planos de crescimento. Itapoá tem como estratégia se tornar referência em logística marinha na América do Sul e ampliar seus serviços para outros países no continente. A previsão é expandir a capacidade…
A dragagem de manutenção em toda a extensão do canal de navegação do Porto de Santos está garantida até o próximo dia 7 de agosto. Serviços nos berços e nos acessos aos pontos de atracação também estão mantidos. Isto foi possível após um aditamento ao contrato firmado com o consórcio formado pelas empresas Van Oord Operações Marítimas e Boskalis do Brasil. Esta frente de dragagem, licitada pelo então Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPAC), hoje, Ministério da Infraestrutura, prevê a ampliação das profundidades do canal de navegação, dos berços de atracação e dos acessos a eles no cais santista. Pelo contrato, a profundidade do canal vai de 15 metros, em média, para 15,4 e 15,7 metros nos próximos três anos. Alguns trechos da via marítima também serão alargados. E os locais de atracação (berços) terão uma nova fundura, variando de 7,6 a 15,7 metros. Fonte: A Tribuna
O BID Invest, instituição do setor privado do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), financiará parte da expansão do terminal portuário de contêineres de Itapoá. O empréstimo concedido é de R$ 150 milhões, com prazo de pagamento de oito a 11 anos. O projeto atenderá aos padrões ambientais e sociais, incluindo monitoramento de emissões e consumo de energia e melhoria na estação de tratamento de efluentes, entre outros aspectos. O investimento inclui a compra de novos equipamentos, a ampliação do pátio de contêineres e a adequação do cais, permitindo que a empresa possa receber até dois navios ao mesmo tempo. A capacidade de movimentação de contêineres passará de aproximadamente 500 mil TEUs para 1,2 milhão de TEUs. O Porto de Itapoá vem trabalhando no limite de sua capacidade há mais de um ano. A assessoria do Porto Itapoá relata que desde o início da expansão do terminal, em 2017, vem conduzindo…
Empresas redescobriram a navegação de cabotagem, que acontece entre portos marítimos de um mesmo país, como alternativa mais econômica ao frete rodoviário, depois que o tabelamento encareceu o transporte feito por caminhões. No ano passado, foram movimentados mais de um milhão de contêineres de 20 pés entre os portos ao longo da costa brasileira, segundo a Associação Brasileira dos Armadores de Cabotagem (Abac). A marca recorde corresponde a mais de um milhão de viagens rodoviárias que deixaram de ser feitas em 2018. Historicamente, o custo do frete de cabotagem é até 20% mais barato do que o rodoviário. Mas responde por apenas 11% da movimentação de carga entre todo meios de transporte. “Com a greve, empresas que já usavam a cabotagem aumentaram os volumes transportados e quem não usava passou a usar”, afirma o presidente da Abac, Cleber Cordeiro Lucas. Ele diz que a greve dos caminhoneiros deu um impulso…
“Quase 90% de tudo que consumimos chega às nossas mãos por navios.” A conclusão é da jornalista Rose George, autora do livro Ninety Percent of Everything (Metropolitan Books, 2013). Segundo dados divulgados pela International Chamber of Shipping (www.ics-shipping.org, acesso em 10.12.18), existem aproximadamente 50 mil navios cargueiros ao redor do mundo, transportando mais de 20 milhões de containers, gerando em torno de 1,5 milhão de empregos. Esse volume gigantesco de operações de transporte internacional é regulado pelo Direito Marítimo. No Brasil, as relações “carga-navio” comumente envolvem de um lado exportadores/importadores brasileiros e, de outro, armadores e afretadores internacionais. Os temas jurídicos mais sensíveis dizem respeito à sobrestadia de containers e ao demurrage de navios nos portos brasileiros. É recorrente a discussão sobre a cobrança de valores pela utilização do cofre de carga ou do próprio navio além do tempo previsto no contrato ou na carta-partida. Para a resolução de conflitos…
Dois dias após a decisão a favor da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) em uma das maiores disputas judiciais do setor, advogados do Grupo Libra ainda analisam a sentença arbitral. Em nota, a empresa minimizou o resultado por se tratar de uma sentença parcial. “O processo arbitral ainda não acabou”, destacou o Grupo Libra. Com o mesmo efeito da judicial, a sentença arbitral é final e irrecorrível. O processo, iniciado em 2016, também é mais rápido. Agora, a expectativa gira em torno da Centro de Arbitragem e Mediação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá, que arbitrou o caso e, agora, definirá os valores a serem pagos pela empresa até setembro. Segundo a Codesp, o valor da condenação ultrapassará R$ 2 bilhões. A empresa terá cinco anos para quitá-la. Segundo a Docas, a sentença “refutou todos os pleitos do Grupo Libra que consistiam, em suma, no reconhecimento de fatos…
Projeto prioritário do governo e classificado como o "mais desafiador" pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, a Ferrogrão abrirá espaço para uma expansão de 71,1% na produção de soja e milho do Mato Grosso em uma década. Com a ferrovia, que promete ligar o Estado ao Pará, a safra poderia saltar das 63,18 milhões de toneladas registradas em 2018 para 108 milhões de toneladas em 2028, de acordo com projeções do Instituto Mato-Grossense de Estudos Agrícolas (Imea). "E isso, sem derrubar uma árvore", ressaltou Guilherme Quintella, presidente da Estação da Luz Participações (EDLP), que integra o consórcio interessado no projeto. Com menor custo logístico, os produtores teriam condições de expandir a área de produção. Para tanto, poderiam usar terras hoje dedicadas à pastagem. A área voltada à produção de grãos no Estado passaria de 14,86 milhões de hectares para 22,26 milhões de hectares. "A Ferrogrão faz todo sentido e vai…
Pagina 5 de 223