Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish
A Locar Guindastes e Transportes Intermodais recebeu autorização para atuar como terminal de uso privado (TUP) no Rio de Janeiro (RJ). A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) permitiu à empresa poder receber barcos, equipamentos de terceiros e fazer cargas e descargas em suas instalações na Baía de Guanabara. A Locar, que possui uma área de 18 mil m² com cais de 100 metros de extensão no bairro da Ilha do Governador, tinha alvará para atuar apenas como estaleiro e base marítima. A empresa pode oferecer serviços de carga, descarga, operação e armazenamento de mercadorias de terceiros, seja para exportação, seja para importação. A autorização, solicitada em 2015, permite à Locar ser alternativa de algumas atividades de terminais públicos. “A licença permite que a Locar atue como um TUP de cargas marítimas, podendo assim a receber, armazenar e expedir cargas nacionalizadas ou para nacionalizar, assim como, movimentar e armazenar cargas…
Aumentou para 39 o número de navios que aguardam na baía de Paranaguá para descarregar ou carregar mercadorias no porto paranaense. Até esta segunda-feira (28), eram 36 embarcações. Outros 12 navios estão atracados, cinco deles operando normalmente com granéis líquidos, açúcar e cargas gerais. No período de greve, segundo a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), deixaram de ser movimentadas em Paranaguá 522 mil toneladas de produtos (70 mil toneladas a mais que ontem). O abastecimento do porto por ferrovias não sofreu alterações. Ao todo, 30% dos produtos chegam pela linha férrea, tendo sido desembarcadas 210 mil toneladas desde o dia 21 de maio. São em média 500 vagões por dia. Com relação aos caminhões, já são 16.400 que deixaram de descarregar no Porto de Paranaguá (uma média diária de 2 mil veículos). Exportações Com relação às exportações de soja e farelo, o número que deixou de ser…
Desde o início da greve nacional dos caminhoneiros, na segunda-feira (21), 324 mil toneladas de produtos deixaram de ser descarregadas no Porto de Paranaguá, no litoral do estado, de acordo com a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) neste domingo (27). A quantidade representa cerca de 9 mil caminhões. Estão sendo afetadas as operações de granéis vegetais, líquidos, fertilizantes, entre outros produtos. O embarque de navios de soja, segundo a Appa, não teve impacto até o momento devido aos estoques nos terminais. Porém, dois navios de farelo foram afetados, totalizando 120 mil toneladas, conforme a administração. Outros dois navios de açúcar ensacado não puderam ser embarcados - representando 12,5 mil toneladas -, informou a Appa. Na movimentação de fertilizantes e cereais, o porto não tem descarregado, em média, 20 mil toneladas por dia, segundo a administração. Ainda de acordo com a Appa, foram 21 mil toneladas de granéis…
A Antaq aprovou na última reunião colegiada, 17/05, a celebração de contrato de adesão entre a empresa Novo Porto Terminais Portuários Multi Cargas Logística Ltda. e o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil visando instalação de Terminal de Uso Privado, no porto de Paranaguá/PR. No porto de Santos (SP), a agência aprovou o projeto executivo para repactuação do contrato da Libra Terminais, em Santos. No caso do Novo Porto Terminais Portuários Multicargas e Logística Ltda., a Antaq observou que o terminal atendeu aos requisitos legais e normativos, estando, dessa forma, apta a celebrar, junto ao poder concedente, o correspondente Contrato de Adesão, visando à outorga de autorização para exploração de instalação portuária, na modalidade de TUP. O terminal possui uma área total de cerca de 2 milhões de metros quadrados. A previsão é transportar e armazenar granéis líquidos, sólidos, carga geral e conteinerizada. Ainda em relação a Paranaguá, a…
A MRS Logística, com sede em Juiz de Fora (Zona da Mata), encerrou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido ajustado de R$ 88,4 milhões, um crescimento de 15,3% em relação aos mesmos meses de 2017, quando somou R$ 76,7 milhões. O volume de carga geral transportada no período cresceu 13,5%, na mesma comparação, consolidando o melhor resultado para um primeiro trimestre da companhia. O volume de toneladas úteis transportado pela MRS entre janeiro e março somou 34,4 milhões de toneladas, 5,9% menos que em igual período de 2017 (39,8 milhões de toneladas). Por outro lado, ajudada por reajustes tarifários e um mix favorável de produtos, que compensou a queda de volume, a receita líquida da companhia atingiu valor recorde para um primeiro trimestre, somando R$ 820,6 milhões contra R$ 798,3 milhões em igual período de 2017, aumento de 2,8%, no mesmo confronto. No primeiro trimestre, a MRV transportou…
O Estaleiro Atlântico Sul (EAS), no Complexo Industrial de Suape, em Pernambuco, registrou em 2017 um prejuízo de R$ 466,1 milhões — valor sete vezes maior que o do ano anterior, de R$ 62,2 milhões. O balanço foi divulgado no Diário Oficial de Pernambuco da última sexta-feira, 11. O prejuízo acumulado é de R$ 1,38 bilhão. E aconteceu mesmo com um aumento de 37% na receita consolidada líquida de um ano para o outro, fechada em 2017 em R$ 918,2 milhões. O EAS pondera que o prejuízo não tem relação com o resultado operacional, que foi impactado por uma exigência legal de provisão contábil. Em nota, a empresa destaca que o aumento de receita permitiu que a margem bruta do negócio mais que dobrasse (de 12,3% em 2016 para 27,1% em 2017). Com relação ao prejuízo, a empresa diz que o resultado operacional foi “significativamente” impactado pela necessidade de realização…
A Associação dos Usuários dos Portos do Rio de Janeiro (USUPORT-RJ) tem o prazer de convidá-lo(a) a participar do Seminário ReDRAFT NO PORTO DO RIO E AS EXPERIÊNCIAS NO PORTO DE SANTOS.   O sistema de calado dinâmico ReDRAFT, determina o calado máximo considerando as condiçõesambientais segundo as principais regulamentações nacionais e internacionais (ABNT, PIANC, USACE)garantindo assim eficiência e segurança às operações. Por intermédio da aplicação de métodosconsagrados, este sistema transforma em dinâmicas as regras estáticas de definição de caladomáximo seguro, permitindo melhor aproveitamento das janelas de marés e condiçõesmeteorológicas.   Já em funcionamento no Porto de Santos, o sistema vem sendo uma importantíssima ferramentaoperacional, trazendo segurança à navegação, modernidade e competitivdade. Em 2017, aPraticagem do Estado de São Paulo e a empresa Argonáutica Engenharia e Pesquisas, criadora doReDRAFT, foram os vencedores do Prêmio ANTAQ na categoria Iniciativas Inovadoras. O Porto doRio de Janeiro, dada sua história e importância para…
ONE será atendida em todos os portos do Brasil, exceto em Santos (SP), onde a empresa possui agência própria. A Wilson Sons Agência, empresa de agenciamento marítimo do Grupo Wilson Sons, firmou, no último mês de março, um contrato com a Ocean Network Express (ONE), companhia que surgiu da fusão entre MOL, K Line e NYK. De acordo com o diretor executivo da Wilson Sons Agência, Christian Lachmann, a expertise em diversos segmentos e em toda a costa brasileira, a excelência em segurança e o alto padrão de compliance são apenas algumas das características que contribuíram para o acordo. “Nós já prestávamos serviço para a MOL há 101 anos, desde 1917. Sem dúvida, a qualidade da nossa equipe e do nosso atendimento fez a diferença na hora de a nova empresa decidir quem seria a sua agência marítima”, diz Lachmann. A ONE será atendida pela Wilson Sons Agência em todos…
Convite   Resolução Normativa 18 da Antaq e Certificação OEA Aspectos polêmicos para despachantes e freight forwarders.   Palestrante convidado: Dr. Fábio Gentil   Data: 10/05/2018 (Quinta Feira) Horário: 09:30 às 12:15 Local: SINDAERJ   Confirmação de presença através do e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo tel: 2253-8344    
Pagina 4 de 213