Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish
A Fatec de Jaú, no interior de São Paulo, oferece 70 vagas para cursos de condutor de maquinista e mestre fluvial para trabalho na hidrovia Tietê-Paraná. As inscrições vão até o dia 12 de janeiro. Os cursos têm duração de três meses e as aulas acontecem à noite. Cada aluno pode contar com uma bolsa-auxílio de R$300 mensais, concedida pela Marinha. Para candidatar-se é preciso ter mais de 18 anos até o dia da inscrição, além de educação profissional técnica de nível médio ou tecnológico reconhecido pelo Ministério da Educação, em algumas áreas específicas.  Além das vagas aberta, a expectativa de crescimento da navegação fluvial comercial deve manter aquecido o mercado de trabalho com o aumento no transporte de cargas em sistemas hidroviários. São 35 vagas para cada curso. Cursos necessários Convés (mestre fluvial) - podem concorrer técnicos em segurança do trabalho, informática, telecomunicações, eletrônica, eletricidade, processos industriais, tecnólogos em…
Lyne Santos Os gargalos logísticos do setor portuário brasileiro, principalmente os de Santos, poderão ser minimizados em cerca de três anos com a ampliação do Terminal Marítimo da Ultrafértil (TUF), da Vale, no cais santista.A análise é do gerente geral da unidade, Ricardo Buteri, ao explicar a viabilidade ambiental do projeto, previsto para ser concluído no segundo semestre de 2014.  Atualmente, o empreendimento encontra-se em fase de licenciamento ambiental. A previsão é que a licença prévia seja emitida pela Cetesb em abril. Já a de instalação deverá ser liberada até setembro, permitindo que o canteiro de obras estejamontado até o final do ano. A área do terminal passará de 185 mil para 800 mil metros quadrados.  De acordo com Buteri, um dos destaques do projeto é a utilização das ferrovias para o transporte dos granéis sólidos (açúcar) e líquidos (etanol) que passarão a integrar amovimentação do terminal. Os caminhões serão…
Os contratos de concessão de linhas de transmissão, distribuição e de usinas de energia que expiram em 2015 deverão ser prorrogados, afirmou à Folha o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. "Há uma corrente maior propugnando pela prorrogação", disse o ministro. Ele não citou prazos para a solução do que hoje é o maior impasse do setor elétrico, mas afirmou que há pressa em resolver a questão. "É uma decisão a ser tomada com rapidez, assunto já muito debatido com a presidenta, com outros ministros envolvidos." LICITAÇÃO A legislação determina que, ao fim de um contrato, seja feita licitação. A regra vale para os três elos do setor elétrico --geração, transmissão e distribuição. A avaliação predominante no governo é que relicitar toda a cadeia com vencimento marcado para 2015 não é a melhor saída, e que todos os contratos deverão ser prorrogados, e a legislação será alterada. A questão envolve…
O volume de exportações do Ceará foi de US$ 1,4 bilhão de janeiro a dezembro de 2011. O valor recorde é resultado de um crescimento de 10,54% em relação a 2010. O acumulado das importações em 2011 somou US$ 2,4 bilhões – uma expansão de 10,80% -, superando o volume registrado em 2010, de US$ 2,1 bilhões. Os dados constam do Enfoque Econômico nº 14, divulgado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégica Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado. Em dezembro do ano passado, as exportações cearenses somaram US$ 133 milhões, representando um crescimento de 10,4% em relação ao mês anterior de novembro (US$ 120,5 milhões). O desempenho é o segundo maior registro em 2011, inferior apenas a agosto, quando as exportações totalizaram US$ 191,2 milhões. Já as importações, em dezembro de 2010, chegaram a US$ 245,5 milhões - um…
Na primeira semana do ano (1º a 8 de janeiro), com cinco dias úteis, as exportações brasileiras foram de US$ 3,539 bilhões, com média por dia útil de US$ 707,8 milhões. O valor é 2,3% inferior à média de US$ 724,5 milhões registrada em janeiro de 2011. Neste comparativo, caíram os embarques de semimanufaturados (-17,5%) em razão de decréscimos nas vendas de semimanufaturados de ferro ou aço, óleo de soja em bruto, couros e peles e açúcar de cana em bruto. Em relação aos básicos (-4,9%), a retração foi impulsionada pelas quedas nas vendas de milho em grãos, petróleo em bruto, minério de ferro e café em grão. Houve aumento, porém, nas exportações de produtos manufaturados (1,4%), com destaques para aviões, automóveis de passageiros, óleos combustíveis, veículos de carga, óxidos e hidróxidos de alumínio, máquinas e aparelhos para terraplanagem, e polímeros plásticos. Em relação à média de dezembro passado (US$…
O número é avançado com base nas médias efectuadas ao longo do ano e é provocado quer pelo desvio de rotas quer pelo atraso na entrega de mercadorias, explicou aquele responsável.  Segundo Belmar da Costa, «entre 500 e 600 trabalhadores não compareceram hoje nos portos, sendo que em Lisboa foram 380».  «Os armadores, ao saberem antecipadamente da greve, desviaram as rotas para portos de Espanha ou atrasaram as entregas de mercadoria uma semana», afirmou Belmar da Costa á Lusa no porto de Lisboa, referindo que a situação inclui ainda custos acrescidos pela necessidade de transportar para Portugal, por via terrestre, os produtos descarregados noutros portos.  Os prejuízos directos «começam pela administração portuária, que não recebe taxas dos navios, [mas inclui também] as alfândegas, que não cobram impostos e os serviços de estrangeiros e fronteiras, porque não vêm passageiros», adiantou o director-executivo da Associação dos Agentes de Navegação.  Além disso, acrescentou,…
Se o destaque do setor ferroviário em 2011 foi a criação de um novo marco regulatório, em 2012 o principal acontecimento será sua efetiva implementação, disse o superintendente de Serviços de Transporte de Cargas da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Nobory Ofugi, para quem as medidas ajudarão a reduzir as tarifas e também ampliarão o leque de origem e destino da carga. Entre os principais pontos da nova legislação está o que regulamenta as operações de direito de passagem e tráfego mútuo. Fonte: Diário do Comércio e Indústria/aduaneiras.com.br
O faturamento do Porto do Pecém cresceu 17% em 2011 ante o ano anterior, de acordo com informação divulgada ontem pela Cearáportos, que administra o empreendimento. O resultado é sustentado no aumento de 5% na movimentação de cargas no terminal, contabilizada em igual comparativo. Ao todo, circularam por lá 3,3 milhões de toneladas entre janeiro e dezembro do ano passado. Na comparação entre dezembro de 2011 e igual mês do ano anterior, houve queda de 45% na movimentação de cargas, pois 175 mil toneladas entraram e saíram do terminal cearense, enquanto, em 2010, foram 321 mil toneladas em trânsito. Materiais Entre os quatro materiais que compõem o indicador, o granel líquido apontou uma retração de -52% e a carga solta de -29% no mesmo comparativo. No total, segundo balanço divulgado ontem, 386 mil quilos do primeiro tipo de carga e 566 mil do outro passaram pelos terminais do Pecém. Com…
A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) quer reformular os contratos de concessões ferroviárias e lança hoje, em consulta pública, proposta que permite queda média de até 40% no teto das tarifas de transporte de cargas.  Fonte: Folha de São Paulo/ Portos e Navios 
Pagina 215 de 223